Eleições 2016
Conselho Regional de Biblioteconomia 6º Região - MG/ES
26 de Setembro 2016

 


 

Candidatos expõem propostas de gestão voltadas para a classe bibliotecária

O Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) entrou em contato com os candidatos a prefeitura de Vitória para saber mais sobre as propostas de gestão relacionadas à Biblioteconomia. O Conselho não conseguiu ouvir os candidatos Amaro Neto e Luciano Rezende. Os candidatos André Moreira e Perly Cipriano, por sua vez, responderam as perguntas abaixo. Confira:

André Moreira (PSOL) tem 43 anos e nasceu em Vitória. É advogado, formado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), ativista dos direitos fundamentais dos cidadãos e ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da seccional capixaba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Foi candidato ao Senado em 2014.

O que pretende fazer para garantir a presença de bibliotecários nas bibliotecas públicas e escolares?


O Bibliotecário é um profissional fundamental para a formação educativa e cidadã. Em Vitória, há enorme carência de profissionais capacitados nas bibliotecas existentes, que são poucas. Na nossa gestão, vamos dimensionar o número de bibliotecários em falta na cidade para contratar profissionais por meio de concurso público.
 
Como espera melhorar e modernizar esses espaços na cidade?


A prioridade na gestão do PSOL é transformar Vitória em uma cidade culturalmente rica, e as bibliotecas são espaços estratégicos em nosso plano de governo. Pretendemos criar programas e atividades para fomentar o uso das bibliotecas e a cultura literária. Também vamos modernizar esses espaços com o uso de tecnologias para torná-los mais atrativos aos jovens. E debater junto com as comunidades a criação de bibliotecas em bairros para fomentar a leitura em diversos pontos da cidade.
 

Perly Cipriano (PT) tem 73 anos. Na administração pública, atuou nas três esferas: foi vereador em Vitória, chefe de gabinete da Prefeitura, de 1989 a 1992, deputado estadual e Secretário Estadual de Justiça e Cidadania. Atuou como Secretário Nacional de Direitos Humanos e como Subsecretário de Direitos Humanos do Estado.

O que pretende fazer para garantir a presença de bibliotecários nas bibliotecas públicas e escolares?


Nas gestões do PT na Prefeitura de Vitória, foi realizado concurso público e, no fim do último mandado do prefeito João Coser, todas as bibliotecas escolares contavam com Bibliotecários(as) efetivos, que participavam junto com os professores(as) e pedagogos(as) do planejamento pedagógico das escolas. A nossa proposta é dar continuidade e ampliar essa ação, garantindo a presença desses servidores em todas as bibliotecas do município de Vitória.

Como espera melhorar e modernizar esses espaços na cidade?


É preciso adequar os espaços físicos para oferecer bibliotecas mais amplas, modernas, atrativas e acessíveis para os alunos e para a comunidade. Também é necessário assegurar a implantação de um sistema de gestão, com informatização das bibliotecas, catalogação e melhoria dos acervos de acordo com a necessidade de cada um destes espaços.
E retomar o projeto visando implantar a biblioteca municipal em espaço físico adequado e com ações integradas com as bibliotecas das escolas.
 

 

 

 

Site Oficial

Redes Sociais

www.crb6.org.br